-- -- A melancolia, a ansiedade e o luto
 

Consultório da Mente

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

A melancolia, a ansiedade e o luto

O luto foi uns dos temas  que a psicanálise abordou com muita propriedade. Segundo Freud, citado o efeito de uma perda pode ser parecido com o que foi designado na antiguidade por melancolia, hoje chamada de depressão.

 A pessoa pode se recolher em  um mundo denominado “exclusivamente seu”, um sofrimento mórbido com acontecimentos do passado, os quais se apresentam com outros sintomas que podem eclodir fisicamente.  Segundo Freud, um indivíduo desolado pode ser considerado “doente” quando não se sabe a causa de seu comportamento. Sabe-se, nos dias atuais, que podemos enfrentar a perda de diversas maneiras e se faz necessário identificar o momento considerado patológico:
 Existem dois tipos de tristeza;

Quando o homem se preocupa com os infortúnios que o assolaram, quando ele se recolhe a um canto e se anseia por ajuda, essa é a espécie ruim de tristeza

O outro tipo de tristeza é o pesar genuíno do homem que perdeu a casa num incêndio,que sente a sua carência no fundo da alma e começa a reconstruí-la. 

Quando experimentamos a perda do emprego, de um bem, de alguém por morte ou mudança, grandes são as chances de entrarmos em um quadro depressivo, de lamentações, luto e dores que esmagam a alma e a mente. São muito dolorosos os sentimentos de perda e a experiência do luto. Todos já passamos por experiências diversas em relação à perda no decorrer da vida. São diversas as  formas de identificar a dor da perda e diante da dor dos seres humanos tem apostado no excesso e abuso do álcool, do cigarro, trabalho em excesso, compulsividade sexual e até o isolamento voluntário. Tudo isso como uma forma de não ver ou sentir a dor e o sentimento oriundo da “culpa”. Não é possível se  afastar da dor sem pagar um preço, mas inevitavelmente ela tem que ser enfrentada, assim o fardo que carregamos durante a vida pode ser mais leve.
Freud dizia que ,  a ansiedade segue o mesmo caminho e deriva-se de conflitos subjacentes. No entanto a única forma de se livrar da ansiedade patológica seria resolver os conflitos inconscientes. Cumpre à psicanálise descobrir quais eram os transtornos que o paciente desencadeava ao não solucionar os problemas recalcados durante os estágios do seu amadurecimento. Freud percebeu que os conflitos derivavam-se de problemas enraizados na infância e, consequentemente, de caráter inconsciente. Como já foi dito, Freud usava a técnica da fala e a cura poderia ser resultado da sublimação, da racionalização ou mesmo da projeção. Uma outra técnica usada por Freud,  é da interpretação dos sonhos: por carregarmos conflitos tão intensos Freud acreditava que a sublimação não era totalmente eficiente. No entanto acreditava-se que o ego e superego durante o sono estaria relaxado e, por conseqüência, o conteúdo ameaçador no inconsciente afloraria através dos sonhos. Acreditava-se que a ansiedade era originada de fatores externos, mas em sua maioria, tinha componentes internos. Portanto a interpretação dos sonhos era o caminho mais propício no intuito de se chegar à raiz do conflito que assolava o ser humano.

 

Calendário de Eventos

Abril 
04.04 - Dia Nacional do Parkinsoniano 
06.04 - Dia Mundial da Atividade Física 
07.04 - Dia Mundial da Saúde 
08.04 - Dia Nacional do Sistema Braille 
14.04 - Dia do Técnico em Serviço de Saúde 
16.04 - Dia Nacional da Voz 
17.04 - Dia Internacional da Hemofilia 
26.04 - Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial 
30.04 - Dia Nacional da Mulher 

Precisamos Saber

O que é mais importante na sua relação
 

 


 

 

 


Pensamento do Dia

É preciso subir a montanha como velho para chegar lá acima como jovem. (Provérbio chinês)

Psicopatas. Eles estão entre nós

Artigos de vários Terapeutas

                                                                  
Dra.Rita Souza Bruni CRP  06/92547é Psicologa Psicóloga, especialista em Psicologia Analítica.Possui experiência nas áreas de atendimentos clínicos, testes e avaliações Psicológicas, elaboração de palestras e treinamentos.Realiza atendimento clínico de adolescentes e adultos, orientação profissional e acompanhamento emocional a noivas e casais. mental.
Dra. Nájila Tamires da Silva é Psicóloga em atendimento clínico. Utiliza uma abordagem voltada a psicologia comportamental. Com experiência em atendimento clínico individual e em grupos de crianças, adolescentes e adultos. Realiza acompanhamento terapêutico e orientação profissional.
Holly Counts, PsyD
Dra.Holly Counts, Psy.D. é um psicóloga clínico licenciado em Ohio. Ela utiliza uma abordagem mente, corpo e espírito para a cura.
Daniel J. Tomasulo
Dr.Daniel J. Tomasulo, Ph.D., TEP, MFA é um psicólogo, treinador psicodrama e escritor sobre corpo docente da Universidade de Nova Jersey City

Dr. Fernando Weikamp -Neuropsicanalista - Psicanalista Clinico - CBP/SP nº 00439 Faculdades Médicas de Psicoterapia Unidas FAMEHP -São Paulo,- Diplomado em psicologia pela Universidade do Arizona em Master of Psychology and Medicine -Membro ABENEPI -Associação Brasileira de Neurologia,Psiquiatria Infantil -Membro da Sociedade Brasileira de Psicologia -Membro da Associação Brasileira de Medicina Complementar -Membro da Associação Brasileira de Psicoterapia e Medicina Comportamental e Sexólogo

 

 

Informação

 

 

Atenção Internautas

 O Consultorio da Mente alerta aos internautas que estão sendo enviadas mensagens eletrônicas em nome do Consultorio da Mente. As falsas mensagens informam que o usuário tem algum tipo de divida . Depois há um pedido para "clicar" em um link anexado a mensagem.

O Consultório da Mente não envia mensagens eletrônicas sobre cobranças . Somente entra em contato via e-mail com usuários que utilizaram os canais apropriados no site.

Portanto, ao receber a mensagem suspeita, orientamos que ela seja encaminhada para o endereço crime.internet@dpf.gov.br e, logo em seguida, apagada.

 

 

 

Nós temos 30 visitantes online