-- -- HIV e AIDS: O que você precisa saber
 

Consultório da Mente

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

HIV e AIDS: O que você precisa saber

 

HIV e AIDS: O que você precisa saber

 

Provavelmente você já ouviu sobre a doença HIV/AIDS e sabe que ela pode seriamente afetar sua vida e até o matar. Mas o que você pode fazer para reduzir o risco de contrair HIV, o vírus que causa AIDS? Se você seguir as instruções deste vídeo, você pode reduzir ou ate eliminar o risco de contrair o HIV, salvando sua vida, a vida do atual ou futuro parceiro, e se você for uma mulher, as vidas de seus futuros filhos. A sigla AIDS significa Síndrome de Imunodeficiência Adquirida. É uma doença causada pelo vírus humano de imunodeficiência, conhecida como HIV. Logo que a pessoa é infectada pelo HIV, o vírus começa a atacar o seu sistema imunológico, especificamente as células brancas do sangue, chamadas células T ou células CD4. Inicialmente, e às vezes por muitos anos, a pessoa pode não apresentar sintomas de estar doente e aparecer perfeitamente saudável. Você não pode dizer se uma pessoa tem o HIV simplesmente olhando para ela. Uma pessoa pode estar infectada com HIV e nem mesmo saber. Demora seis meses após estar infectado pelo HIV para que os testes possam mostrar se alguém é HIV soro-positivo. Depois que uma pessoa contraiu HIV, até mesmo antes de os teste serem confirmados positivos, ela já pode transmitir a infecção a outros. Um indivíduo infectado tem aproximadamente 800 a 1000 células T, que são as células de defesa imunológicas. Se o HIV comprometer muito o sistema imunológico da pessoa, as suas células T cairão a um nível perigosamente baixo. O diagnóstico da pessoa muda de HIV soro-positivo à AIDS quando suas células T caem abaixo de 200, ou quando uma infecção vence o sistema imunológico enfraquecido, chamada infecção oportunista. As células T são um dos mecanismos de defesa do corpo contra infecções por bactérias, vírus, fungos e parasitas. Quando a contagem das células T de uma pessoa cai muito, ela torna-se vulnerável às infecções que o sistema imune de uma pessoa saudável poderia resistir. Isso explica porque pessoas com AIDS em estágios terminais frequentemente adoecem. Elas estão mais vulneráveis à tuberculose, pneumonia e muitas outras doenças. E podem morrer por causa dessas outras infecções. E é a isso que chamamos AIDS: em conseqüência de ter contraído o vírus HIV, a pessoa adquiriu uma deficiência imunológica. Agora você sabe que o vírus chamado HIV causa a doença conhecida como AIDS e que a AIDS pode seriamente afetar ou até matar. Como se transmite o HIV? Felizmente não se transmite com facilidade. Você não o adquire por um simples aperto mão, um espirro, uma tosse, ou um beijo leve. Portanto, você não precisa se preocupar sobre a transmissão do HIV se você tiver amigos, pessoas da família ou colegas de trabalho com AIDS

 

Calendário de Eventos

Abril 
04.04 - Dia Nacional do Parkinsoniano 
06.04 - Dia Mundial da Atividade Física 
07.04 - Dia Mundial da Saúde 
08.04 - Dia Nacional do Sistema Braille 
14.04 - Dia do Técnico em Serviço de Saúde 
16.04 - Dia Nacional da Voz 
17.04 - Dia Internacional da Hemofilia 
26.04 - Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial 
30.04 - Dia Nacional da Mulher 

Precisamos Saber

O que é mais importante na sua relação
 

 


 

 

 


Pensamento do Dia

Na raiz de quase todas as misérias materiais e, sobretudo, morais, está uma falta de amor, uma fome de afeição que não foi satisfeita. (Georges Arnold)

Psicopatas. Eles estão entre nós

Artigos de vários Terapeutas

                                                                  
Dra.Rita Souza Bruni CRP  06/92547é Psicologa Psicóloga, especialista em Psicologia Analítica.Possui experiência nas áreas de atendimentos clínicos, testes e avaliações Psicológicas, elaboração de palestras e treinamentos.Realiza atendimento clínico de adolescentes e adultos, orientação profissional e acompanhamento emocional a noivas e casais. mental.
Dra. Nájila Tamires da Silva é Psicóloga em atendimento clínico. Utiliza uma abordagem voltada a psicologia comportamental. Com experiência em atendimento clínico individual e em grupos de crianças, adolescentes e adultos. Realiza acompanhamento terapêutico e orientação profissional.
Holly Counts, PsyD
Dra.Holly Counts, Psy.D. é um psicóloga clínico licenciado em Ohio. Ela utiliza uma abordagem mente, corpo e espírito para a cura.
Daniel J. Tomasulo
Dr.Daniel J. Tomasulo, Ph.D., TEP, MFA é um psicólogo, treinador psicodrama e escritor sobre corpo docente da Universidade de Nova Jersey City

Dr. Fernando Weikamp -Neuropsicanalista - Psicanalista Clinico - CBP/SP nº 00439 Faculdades Médicas de Psicoterapia Unidas FAMEHP -São Paulo,- Diplomado em psicologia pela Universidade do Arizona em Master of Psychology and Medicine -Membro ABENEPI -Associação Brasileira de Neurologia,Psiquiatria Infantil -Membro da Sociedade Brasileira de Psicologia -Membro da Associação Brasileira de Medicina Complementar -Membro da Associação Brasileira de Psicoterapia e Medicina Comportamental e Sexólogo

 

 

Informação

 

 

Atenção Internautas

 O Consultorio da Mente alerta aos internautas que estão sendo enviadas mensagens eletrônicas em nome do Consultorio da Mente. As falsas mensagens informam que o usuário tem algum tipo de divida . Depois há um pedido para "clicar" em um link anexado a mensagem.

O Consultório da Mente não envia mensagens eletrônicas sobre cobranças . Somente entra em contato via e-mail com usuários que utilizaram os canais apropriados no site.

Portanto, ao receber a mensagem suspeita, orientamos que ela seja encaminhada para o endereço crime.internet@dpf.gov.br e, logo em seguida, apagada.

 

 

 

Nós temos 59 visitantes online