-- -- Pergunta da Nique - Maranhão
 

Consultório da Mente

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

Pergunta ao Dr.

Olá, moro em uma cidade bem pequena, no interior do Maranhão. Preciso de ajuda para entender a que tipo de profissional eu recorro. Desde o ano passado me transformei em alguém que não reconheço. Um estado de tristeza permanente e perda de satisfação. Eu tremia e tinha medos exagerados.

Ficou por um período, até que me senti mais alegre, mas os medos ficaram. Evito todos e tudo que me faz entrar em contato com qualquer dos meus medos irracionais. De filmes, a lugares, pessoas e livros. Esse medo começa na minha mente. Como sou uma pessoa religiosa, logo eles também esticaram os braços para esse lado. Tenho um temor mórbido de desagradar a Deus, machucar as pessoas que amo. Sempre me vejo em situações que os resultados não são bons. Eu não paro de pensar. Eu penso repetidas vezes em qualquer coisa, sempre criando um cenário exagerado e irrealístico. O pior é que eu não consigo racionalizar, e mesmo que consiga, são alguns segundos até os pensamentos se repetirem. Como se eu fosse uma detetive de mim e uma juíza desarrazoada, sempre me auto-condenando. Isso me deixa deprimida ao ponto de me sentir sem valor, sem vontade de nada. Às vezes tomo temédios pra dormir só para não pensar. Posso ficar semanas "mastigando" uma ideia. Elas me fazem chorar. Elas me dizem que sou o pior ser humano da Terra. As vezes tenho ataques de pânico quando penso em alguma ideia ridícula e começo a achar que vou morrer. Muitas vezes, se acho que fiz algo de errado, fico analisando cada detalhe do meu erro, repetidas e milhares de vezes. Sinto como se não merecesse o perdão das pessoas e de Deus. É como se eu tivesse vontade de ter tanto zelo de Deus que pirei. Eu sei que Deus é razoável e não é exigente, que vê o que temos de bom, mas um outro lado do cérebro não quer que eu acredite. Parece que dois monstros brigam dentro da minha cabeça, mas um está mais forte. Essa semana li um caso que me chamou atenção para o TOC. Achei muito do que eu sentia nesse artigo. Preciso de tratamento. Não sei por onde começar. Minhas ansiedades literalmente me fazem curvar. Parece que carrego uma pedra! Acho que estou doente, mas não quero desistir. Vocês podem me orientar? Que profissional eu busco?


Dr. Responde

Nique

Bom dia

Obrigado por escrever. Veja você relata que em uma pesquisa de site se identificou com TOC, mas não me parece que seja. Penso que você esta com pânico de alguma coisa. Trecho do seu depoimento " Eu tremia e tinha medos exagerados. Ficou por um período, até que me senti mais alegre, mas os medos ficaram. Evito todos e tudo que me faz entrar em contato com qualquer dos meus medos irracionais." Outro trecho " As vezes tenho ataques de pânico quando penso em alguma ideia ridícula e começo a achar que vou morrer."
Penso que você deve buscar um psicólogo e contar tudo o que você descreve, ele provavelmente vai lhe encaminhar para um psiquiatra para lhe receitar medicação. Você vai precisar fazer psicoterapia até descobrir onde tudo começou. Não precisa se preocupar, exercite a calma e mude sua rotina de vida. Pânico é apenas um medo do nada.

Se precisar estou a disposição
Fique em Paz

 

Calendário de Eventos

Agosto

01/08 - Semana Mundial da Amamentação
05/08 - Dia Nacional da Saúde
05/08 - Dia da Farmácia
08/08 - Dia Nacional de Combate ao Colesterol
24/08 - Dia da Infância
27/08 - Dia do Psicólogo
28/08 - Dia Nacional de Combate e Prevenção ao Escalpelamento
29/08 - Dia Nacional de Combate ao Fumo
31/08 - Dia do Nutricionista

Precisamos Saber

O que é mais importante na sua relação
 

 


 

 

 

 


Pensamento do Dia

A adversidade desperta em nós capacidades que, em circunstâncias favoráveis, teriam ficado adormecidas. (Horácio)

Psicopatas. Eles estão entre nós

Artigos de vários Terapeutas

                                                                  
Dra.Rita Souza Bruni CRP  06/92547é Psicologa Psicóloga, especialista em Psicologia Analítica.Possui experiência nas áreas de atendimentos clínicos, testes e avaliações Psicológicas, elaboração de palestras e treinamentos.Realiza atendimento clínico de adolescentes e adultos, orientação profissional e acompanhamento emocional a noivas e casais. mental.
Dra. Nájila Tamires da Silva é Psicóloga em atendimento clínico. Utiliza uma abordagem voltada a psicologia comportamental. Com experiência em atendimento clínico individual e em grupos de crianças, adolescentes e adultos. Realiza acompanhamento terapêutico e orientação profissional.
Holly Counts, PsyD
Dra.Holly Counts, Psy.D. é um psicóloga clínico licenciado em Ohio. Ela utiliza uma abordagem mente, corpo e espírito para a cura.
Daniel J. Tomasulo
Dr.Daniel J. Tomasulo, Ph.D., TEP, MFA é um psicólogo, treinador psicodrama e escritor sobre corpo docente da Universidade de Nova Jersey City

Dr. Fernando Weikamp -Neuropsicanalista - Psicanalista Clinico - CBP/SP nº 00439 Faculdades Médicas de Psicoterapia Unidas FAMEHP -São Paulo,- Diplomado em psicologia pela Universidade do Arizona em Master of Psychology and Medicine -Membro ABENEPI -Associação Brasileira de Neurologia,Psiquiatria Infantil -Membro da Sociedade Brasileira de Psicologia -Membro da Associação Brasileira de Medicina Complementar -Membro da Associação Brasileira de Psicoterapia e Medicina Comportamental e Sexólogo

 

 

Informação

 

 

Atenção Internautas

 O Consultorio da Mente alerta aos internautas que estão sendo enviadas mensagens eletrônicas em nome do Consultorio da Mente. As falsas mensagens informam que o usuário tem algum tipo de divida . Depois há um pedido para "clicar" em um link anexado a mensagem.

O Consultório da Mente não envia mensagens eletrônicas sobre cobranças . Somente entra em contato via e-mail com usuários que utilizaram os canais apropriados no site.

Portanto, ao receber a mensagem suspeita, orientamos que ela seja encaminhada para o endereço crime.internet@dpf.gov.br e, logo em seguida, apagada.

 

 

 

Nós temos 50 visitantes online